Carreira

Uma vez ouvi de um gestor de Rh: “Não seleciono pessoas introvertidas para os cargos de liderança ou vendas, pois um bom líder é aquele que muito fala”!Um bom líder não precisa falar pelos cotovelos, ele precisa saber se comunicar, como falar, o que falar e a hora apropriada para se colocar! Por isso, resolvi nesse artigo falar das competências e habilidades de um líder “introvertido socialmente” assim como eu sou!Lembro-me de uma supervisora que tive na época em que comecei no varejo, como vendedora, que dizia assim: “ Você não vê a Roberta falando o tempo todo, mas depois que ela interage com o cliente chega sempre no balcão cheia de peças para finalizar a venda”! O que muitos não sabem é que os “introvertidos socialmente”, na maior parte do tempo, são pessoas que colocam os seus pensamentos tanto quando escrevem como quando falam; de forma coesa, clara e bem embasada deixando a todos surpresos!Líderes com comportamentos introvertidos não se preocupam em chamar a atenção para si, eles observam o todo e diferente do que muitos pensam eles gostam de falar sim apenas são bons dosadores das palavras, pois seu foco é qualitativo e não quantitativo.São líderes que estão sempre se auto avaliando e que em seus momentos de reclusão desenvolvem pensamentos analíticos críticos. Muito detalhistas, avaliam minuciosamente os detalhes de cada tomada de decisão. Mediadores natos que focam no ouvir e buscam sempre a resolução. Sua busca pela socialização é diferente, pois quando a fazem é de forma pura e realmente entregue estando de corpo, alma e espírito. Dar-lhes-ei 06 excelentes motivos para se ter um líder, um vendedor, um profissional introvertido: Ótimos em tomarem decisões – Como característica costumam anotar tudo, inclusive ideias e pensamentos. Analisam lendo e relendo diversas vezes, passando horas em silêncio e solidão a fim de aperfeiçoar pensamentos e decisões. Diferente dos extrovertidos que tem quase uma “fobia” nas palavras silêncio e solidão, seu senso analítico os leva a um índice de assertividade maior na tomada de decisão. Bons negociadores – O que muitos não sabem é que os introvertidos possuem o dom da palavra, se comunicam muito bem e por serem observadores e mais sensitivos perceptíveis e sensíveis, o que os torna muito persuasivos, pois direcionam suas palavras no que foi colhido da observação do cenário em questão para negociação.  Excelentes ouvintes – Vivem da máxima que temos dois ouvidos para ouvirmos mais em conjunto dos dois olhos para observarmos mais também! A boca é ó último canal do desenho facial e que está bem abaixo. Vemos e ouvimos de forma quase que simultânea ambos estão mais próximos à cabeça, ou seja, devemos ouvir e observar mais para gerarmos pensamentos bem contextualizados a fim de verbaliza-los por último! Por observarem mais desenvolvem melhor a habilidade de se colocar no lugar do outro e não visar apenas seu ponto de vista, sentimentos e interesses!Prazer no ensinar – Valorizam o Ser! Compartilham experiências e conhecimentos. Ensinam e delegam a fim de que todos possam fazer parte do planejamento expondo suas ideias e externando-as, maturando, aperfeiçoando e desenvolvendo seus dons e talentos melhorando sua qualidade profissional e autoestima. O líder introvertido leva os seus liderados a consciência de quão bons e capazes eles são.Precisam de um tempo sozinhos – Mesmo no dia a dia do trabalho existirão momentos em que os líderes ficarão mais reclusos, em silêncio, analisando tudo e observando, dando a liberdade para que todos possam atuar e aplicar aquilo que lhes já foi passado; inclusive toda motivação e incentivo dado podendo colocar em prática toda a sua criatividade. Não sente a necessidade de estarem controlando tudo e todos o tempo todo. Essas introspecções são momentos esses suficientes para que ele se recupere e equilibre seus pensamentos, planejando ações para que haja diante das situações de forma mais assertiva dentro das necessidades e condições do ambiente apresentadas.Dão liberdade para que os outros possam se expressar e se desenvolver - O poder do conhecimento e do resultado está na habilidade, da qualidade de se dar a liberdade necessária na medida certa para que o somatório de ideias e esforços gere a excelência no alcance do alvo traçado.  Os introvertidos não visam os créditos para si, seu prazer e satisfação estão na execução daquilo que foi ensinado. Quando um líder introvertido vê um liderado replicando algo que lhe foi passado essa é a sua maior alegria e satisfação. Sendo assim, não despreze ou incapacite um líder introvertido. No seu silêncio e descrição pode ter certeza que ele tem muito que acrescentar em números, qualidade de gestão e acima de tudo no desenvolvimento do maio capital de uma empresa: O capital humano.

Quem já não ouviu:

Se deres um peixe a um homem faminto, vai alimentá-lo por um dia...

Se o ensinares a pescar vai alimetá-lo a vida toda!

 

Se você sempre fizer o trabalho de sua equipe, centralizar tudo em você, tomar todas as decisões e carregar a empresa em seus ombros prejudicará a sua equipe e a empresa.

A excelência da gestão eficaz não vem só dos seus esforços, mas da soma de todos os esforços!  Se você fizer tudo, sua equipe jamais será responsável. Por que vão se importar? Por que vão se  dedicar em mostrar o que há de melhor neles,  se sabem que você vai pegar a tarefa  de volta e fazer?

Como falei na matéria anterior, é necessário o mostre-me, ensine-os a fazer, dê as condições necessárias para que executem com eficiência.

E quando a delegação dá  errado?  - Sim, às vezes pode dar errado!  O que fazer quando isso ocorrer?

Faça um acompanhamento pessoal. Confira o progresso regularmente;

Pratique diariamente e intensamente o MOSTRE-ME;

Faça relatórios dos progressos feitos pela sua equipe;

Parabenize-os pelos feitos, estimule-os;

Tenha um sistema de acompanhamento formalizado;

 Aumente o monitoramento; passe mais tempo com eles;

Aconselhe-os. Trabalhe com feedback ;

Retire a independência da  completa execução. Não o deixe fazer sozinho, e sim que realize a tarefa sob a seu monitoramento, delegação e direção;

Repasse as atividades: Essa é a última alternativa depois que se tentou de tudo, passe a tarefa para outro funcionário.               

Quando chegar à última alternativa  lembre-se de  dar feedback orientando o seu colaborador da razão de estar repassando aquela tarefa. Reforce que todos nós temos mais aptidões para determinadas áreas e atividades e que sua intenção é desenvolvê-lo e aproveitar seus dons e talentos de maneira a gerar resultados com a prática de um trabalho prazeroso.

Lembre-se sempre:  Delegar gera resultados e mandar gera subordinados!

Enjoy procura estagiário em Design Gráfico:

Quantas vezes você já delegou uma tarefa, passou um procedimento, informou a respeito de uma ação promocional, deu feedback sobre um atendimento com objeção, formas de adicionar e sua equipe ou seu vendedor comete a mesma falha e sua reação é igual ao gatinho da foto; quantas? Pense e responda as seguintes questões:

Não espere por aplausos, desenvolva seus talentos, mude as suas atitudes.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes