Especial de Natal – Top 10 Filmes Inusitados de Natal – Parte II

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto2.png

Nessa segunda parte vamos nos aprofundar mais ainda no mundo da trasheira e obscuridade de filmes natalinos (inclusive um filme dessa lista já foi considerado um dos piores filmes já feitos hahaha). Como na primeira parte, nessa lista estão proibidos os filmes que são tradicionais de natal, ou seja o quanto mais se distanciar do comum melhor.

5 – “Santa Claus Vs. The Devil” (1959) – Dir. René Cardona

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto3.png

Pôster original do filme

Por onde começar a falar desse filme? Bem primeiramente, quero dizer que realmente, é verdade, ele é um dos piores filmes já feitos no cinema – não diria o pior, como muita gente considera (ele é um dos poucos filmes que tem uma estrela no IMDB).

Assista ao filme todo no Youtube.

A “história” é a “melhor”: Papai Noel, que vive em um castelo em um asteroide no espaço, tem uma rixa com o Demônio, que a serviço de Lúcifer tem como missão zicar as entregas de presentes do Bom Velhinho. Não quero dar “spoilers” pra não perder a graça que a surpresa em ver tantas cenas ridículas juntas podem causar nos espectadores, mas vou apenas dizer que sua mente não espera tanta coisa sem sentido junta em um filme só.

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto4.png

Prova fundamental de que o Papai Noel foi o primeiro cliente do Polishop.

Com efeitos de fazer inveja no “Chaves”, cantores mirins desafinados, um roteiro sem o menor sentido com um ritmo bem bizarro, o filme em sua trasheira merece ganhar o título de “é tão ruim que é bom”. O embate entre o Capiroto e o Bom Velhinho é de matar de rir (a idéia do filme parece que era dar medo nas crianças). Vale a pena ver pela “singularidade” na “trasheira”.

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto5.png

O demônio influenciando a garotinha pra comprar Polishop.

4 – “Papai Noel as Avessas” (2003) – Dir. Terry Zwigoff

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto6.png

Cena do filme.

Embora esse seja, sem sobra de dúvidas, o filme mais popular dessa lista, ele passou despercebido por muita gente. Dirigido por um diretor de filmes independentes e documentários, Terry Zwigoff, o filme trás uma abordagem bem diferente para a figura do Papai Noel.

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto7.png

A tendência dos filmes que subvertem a figura do Papai Noel é normalmente de colocar ele como assassino, ou contar a “ verdadeira história” ao colocar ele como um maníaco que mata no Natal. Esse filme, é bem diferente disso. Mostrando um ladrão, ex-presidiário e alcoólatra chamado Willy. Ele se fantasia de Papai Noel para entrar nos shoppings e realizar assaltos nos cofres dos shoppings na noite de natal, junto com o seu parceiro Marcus (o anão), que desarma a segurança.

Ao combinar essa atitude descontrolada de Willy, com o clima de filmes de assalto e o Natal, Zwigoff cria uma mistura muito interessante, com a qual ele constrói entre o humor e o drama, uma história que conta muito mais do que os olhos podem ver. Vale a pena ver e rever.

http://sfbr.tk/1XZRXhK - Assista no Netflix

CURIOSIDADES:

  • Esse foi o último filme do ator John Ritter, ao qual o filme é dedicado. O ator participou de muitos filmes conhecidos como “A Noiva de Chucky” (1998) e a minissérie adaptada da obra de Stephen King “It” (1990). Um dos seus papéis mais conhecidos foi como o pai do pestinha no filme “O Pestinha” (1990).

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto8.png

    

3 – “I Am  Santa Claus” (2014) – Dir. Tommy Avallone

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto9.png

Foto de Divulgação.

Seguindo a idéia de falar dos “Papais Noéis” comuns que vemos em shoppings e centros comerciais, nas minhas pesquisas fui feliz em encontrar esse ótimo documentário sobre as pessoas que todo ano encarnam a figura do Bom Velhinho.

Trailer do filme

Produzido pelo polêmico documentarista Morgan Spurlock – famoso pelo seu documentário sobre a rede de fastfoods McDonald’s, “Super Size Me” (2004) – “I Am Santa Claus”, explora a vida de 5 homens que colocam a roupa de Papai Noel todos os anos. Esses homens são muito diferentes em seus gostos, escolhas e profissões, indo de um ex-lutador de luta livre na liga WWE até a um pouco tradicional Papai Noel homossexual com um relacionamento pela internet.

Vale a pena ver, para ter mais um novo olhar sobre o natal. Essencial para quem tem crianças pequenas e já se perguntou “no colo de quem que meu filho realmente está sentando?”.

2 – “Uma Noite De Fúria” (2005) – Dir. David Steiman

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto10.png

Cena do filme.

Uma tempestade de verão – dessas que alagam tudo – se aproximava. Antes que a chuva chegasse eu fui correndo para a locadora pegar uns filmes pra aliviar o tédio. Quando cheguei na minha locadora (que não era das melhores, vale acrescentar), vi meio escondido entre os lançamentos “Uma Noite de Fúria”. Virei a capa e vi que era um filme de terror, com um Papai Noel cabeludo do mal que matava todo mundo. Imediatamente meus hormônios metaleiros de revolta adolescente se aguçaram estilo o “Sentido Aranha” do Teioso. TINHA que levar esse filme pra casa. Meu hype não tinha limites. Assisti o filme e achei ele legal.

Trailer do filme

Anos se passaram e eu não encontrava esse filme em lugar nenhum, até encontrar ele perdido em outra locadora. Assisti novamente, mais uma vez com o hype nas alturas (pelas minhas memórias do filme) e confirmei minha opinião. Esse filme é muito legal. Tudo bem que sou meio suspeito pra falar, mas o filme realmente se sustenta e pra mim com certeza é um dos principais filmes de natal – tirando os convencionais que todo mundo conhece – e um dos poucos que revejo quase todo final de ano (e não canso de rever).

Vale a pena ver e rever, se você encontrar.

CURIOSIDADES:

  • O ator Bill Goldberg, que interpreta o Papai Noel no filme é um conhecido lutador de luta livre e fisiculturista.

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto11.png

1 – “Jack Frost” (1997) – Dir. Michael Cooney

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto12.png

Cena do filme

“Jack Frost” é um filme de terror trash onde o principal vilão é um assassino, que no caminho para sua execução na cadeira elétrica, participa de um acidente que o faz ter contato com um líquido tóxico experimental que o faz virar um com o gelo e a água. O assassino – que da nome ao filme – então fica livre pra começar a matar todos de uma pequena cidade nos EUA, enquanto toma a forma de um boneco de neve.

Trailer do Filme

A idéia por trás do assassino é baseada na lenda de Jack Frost, que seria uma entidade que pode manipular o gelo, neve e que traz consigo o tempo gelado e geleiras para as cidades onde passa.  O filme, porém não se expande muito pra esse lado, mas sim pro lado de ser um assassino que pode manipular o gelo e a água, mudando entre as fases sólidas e líquidas da água.

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto13.png0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto14.png

Jack Frost do filme acima e a versão mais fiel a lenda do filme “A Lenda dos Guardiões” (2012) a baixo.

O assassino do filme tem um histórico particular com o xerife Sam Tiler, que o prendera anos antes. Jack jurou se vingar de Sam e justifica nisso (e em sua sede pela matança), os assassinatos que comete durante o filme. O roteiro, em geral não é dos piores (levando em conta a trasheira em questão), assim como a direção tem ângulos de câmera interessantes, assim como momentos legais de edição. As mortes também são bem inventivas e variadas, indo de enforcamento por luzes de natal, a um golpe fatal com uma estalactite.

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto15.png

O filme vale ver pra quem procura diversão com originalidade, mas não espere encontrar uma obra prima.

CURIOSIDADES:

  • O ator Scott MacDonald, que interpreta Jack Frost no filme, já fez muitos trabalhos em seriados de TV conhecidos, como quando participou de “Dexter” (foto).

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto16.png

  • O ator Christopher Allport, que interpreta o personagem principal do filme, participou de muitos filmes e séries. Notavelmente podemos citar sua participação no aclamado filme “To Live and Die in L.A.” (1982)

0-AEspecialDeNatal2Parte2Foto17.png

Esse foi nosso especial de natal.

Durante 4 semanas de Dezembro trouxe idéias de produtos do entretenimento pra quem – como eu – adora o natal, mas está cansado de rever “Esqueceram de Mim” todo ano.

Espero ter ajudado você, querido leitor, a sair do tédio e do óbvio durante as festas de final de ano e que, de quebra tenha te ajudado a encontrar descobrir algo novo.

Esse é também meu último post do ano e gostaria de agradecer a todos os leitores que vieram aqui toda Quinta Feira para prestigiar minha coluna com sua atenção. Gostaria de agradecer pessoalmente a cada leitor, pela atenção, tempo e pelos fantásticos comentários.

Espero que no ano seguinte ainda continue com a sua atenção (até por que vamos ter bem mais novidades legais em 2016) e mais uma vez muito obrigado a todos os leitores por todo o feedback e atenção.

Desejo a todos os meus leitores um 2016 com muita saúde (por que “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!”), dinheiro e felicidade.

Boas festas para todos!

Voltamos ano que vem!

Até lá fiquem com um ótimo cover de natal por Christopher Lee:

 

Compartilhar

Sobre o autor

Yuri Vieitas

Yuri Vieitas, carioca, graduado em Cinema pela Universidade Estácio de Sá. Seu primeiro curta-metragem, chamado Solivagus, foi selecionado para representar o Brasil no Short Film Corner no Festival de Cannes de 2011. Além de ter desenvolvido trabalhos para empresas como Coca-Cola. Yuri é Editor de Games (Yuri_Vieitas na PSN, Live e Nintendo Id) e crítico de cinema no Satisfashion Brazil. 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes