Crítica | Deslembrança Destaque

Sinopse

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

 

Resenha

London Lane pode parecer uma adolescente como qualquer outra, mas ela possui um segredo um pouco estranho e fora do comum. Todos os dias às 4:33 da manhã o cérebro de London reinicia e ao acordar ela não consegue se lembrar de nada do que já aconteceu.

Para poder recordar momentos de sua própria vida a jovem escreve bilhetes com anotações sobre o que acontece todos os dias. Lembrete de uma conversa, do dever de casa ou algo que ela queira fazer ou falar, tudo precisa ser registrado para que não caia no esquecimento.

A vida de London funciona apenas através dessas pequenas anotações e seus lembretes, para que assim ela consiga viver seu próprio presente. Além disso, algo ainda mais curioso acontece com a jovem, ela tem lembranças de situações que ainda vão acontecer, e quando acontecem, essas lembranças se apagam.

No meio da turbulenta vida de London surge o misterioso Luke Henry, um menino que irá se empenhar para conquistá-la e fazer com que London aceite que ela jamais será uma pessoal normal, por mais que ela se esforce em ser.  A presença desse rapaz causará muitas mudanças na vida da nossa protagonista.

Deslembrança é um livro onde a leitura flui de forma agradável, com uma trama bem interessante e personagens bens construídos, com destaque para o lindo relacionamento construído por London e Luke.

O fato da narrativa ser em primeira pessoa me agradou muito, porque acompanhamos toda a história sob o ponto de vista de London, o que torna tudo mais real e nos mantém conectados à leitura.

É muito interessante ver ao decorrer das página a evolução da personagem, o modo como ela enfrenta seus problemas e encontra as soluções para os mesmos, a forma como ela sente e entende tudo o que se passa ao seu redor, e a sensibilidade dela em lidar com isso.

No final senti que a história acelerou um pouco e particularmente esperava mais páginas para ler, mas isso não tira meu apego com esse livro tão meigo. Acredito que seja um dos livros mais fofos que já li até hoje e vale muito a pena ler e reler.

Sobre o autor

Andréa Loureiro

Andréa Loureiro, carioca, jornalista pela Universidade Estácio de Sá. Já atuou na produção do Festival do Rio de Cinema; no programa Brasil Got Talent e na Imprensa de Jogos Mundiais Militares do CISM. Ela é colunista de Cultura no Satisfashion Brazil.

 

Comentário1

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes