Satisfashion Entrevista: Roberto Tranjan, autor de Metanoia (EXCLUSIVO) Destaque

O Satisfashion Brazil entrevistou com EXCLUSIVIDADE Roberto Tranjan, autor do best seller Metanoia, no qual oferece uma nova forma de pensar sobre as empresas. Confira agora como foi este bate-papo:

SF: Em 1997, você lançou seu primeiro livro “A empresa do corpo, mente e alma”. Como foi o processo de criação deste livro?

RT: O primeiro livro foi o mais fácil de todos. A metodologia da empresa de corpo, mente e alma estava mais do que testada nos trabalhos de consultoria que fazia há mais de dez anos. Escrevi “A Empresa de Corpo, Mente e Alma” numa investida, é como se já estivesse pronto dentro de mim. Fico surpreso, até hoje, como o livro continua atual, aliás, mais do que quando foi lançado.

SF:  Recentemente tive a oportunidade de ler “Metanoia – uma história de tomada de decisão  que fará você rever seus conceitos”. Nele acompanhamos a trajetória de Lucas, diretor da fictícia FIREC, numa busca para desenvolver sua empresa através da Metanoia. Pode explicar sobre este conceito inovador?

RT: Metanoia foi o salto quântico na minha trajetória. Quando descobri que uma empresa não avança mais do que o modelo mental que seu líder permite, deixei de ser consultor, aquele que movimenta a empresa, para ser educador, aquele que muda a mentalidade do líder. E a grande inovação é essa constatação: a única mudança verdadeira é aquela que se dá no nível da consciência. Fora isso, o que acontece muito por aí é mudar de um ponto A minúsculo para um ponto A maiúsculo, mas continua sendo o mesmo ponto A. Mudar o estágio de consciência é evoluir de A para B, depois para C e assim por diante. É cumprir a promessa de evolução a que todos estamos fadados.

No livro, discorro sobre duas abordagens: a Rota do Ouro e a Arca do Tesouro. Uma maneira de mostrar que o mundo de fora é decorrente do mundo de dentro. E que mercado, clientes, negócios e resultados são reflexos das nossas percepções.

SF: Metanoia é um livro difícil de ser encontrado. Existe uma possibilidade de reedição, assim como você fez com “Pegadas” (lançado em 2005)?

RT: Metanoia está nas melhores livrarias, pode ser adquirido também pelos sites dessas mesmas livrarias ou da própria editora, a Palavra Acesa. Mais vai daqui uma informação em primeiríssima mão: Metanoia será relançado no próximo ano por uma editora muito reconhecida no mercado. Aguarde!

SF: Durante os seus 30 anos de carreira como educador, você percebeu uma mudança no perfil do empresário brasileiro? Ou você acredita que a maioria ainda continua acreditando que o lucro é o essencial para uma companhia?

RT: Existe uma inquietude, uma angústia, um desespero latente. Ninguém mais aguenta viver nesse mercado como uma selva. Perseguir o lucro é uma boa distração para uma empresa que ainda não vive o seu verdadeiro propósito. A luta pela sobrevivência é típica de uma empresa que ainda não descobriu uma razão maior para existir. Então ela vive esse egocentrismo e bebe do próprio veneno padecendo dessa tristeza sem fim.

Mas, está no livro Metanoia: “a vida não começa quando se nasce, mas quando se desperta”.

Quando se desperta, descobre-se que ninguém é feliz porque o sangue corre pelas veias. Queremos uma razão para existir. O lucro é o sangue que corre pelo fluxo de caixa da empresa, mas essa não é a razão dela existir. O lucro não é propósito, é condição. Fim de conversa. Vamos, agora, ao que interessa: a busca de um verdadeiro propósito. Isso a Metanoia tem proporcionado a centenas de empresas.

O empresário brasileiro quer mais do que apenas o lucro. Quer contar uma história da qual possa sentir orgulho.

SF: E o perfil do colaborador mudou?

RT: Mudou muito. A maior parte do quadro de colaboradores é formada pela Geração Y. Acostumados a viver a liberdade que a internet proporcionou, não consegue se enquadrar nas gramas da velha economia (organograma, cronograma, fluxograma). Não quer preencher uma caixinha denominada de cargo num arranjo hierárquico que não funciona chamado de organograma. Quer viver a sua liberdade, o seu potencial, o seu talento.

Para a empresa geradora de riquezas nas quatro dimensões, como denominamos no processo da Metanoia, o novo colaborador é alguém esperado. O tipo de empresa que propomos é também o habitat de trabalho preferido pela nova geração.

ANA SIMAS: Fale como a filosofia da Metanoia pode nos ajudar a superar as adversidades do atual cenário socioeconômico brasileiro?

RT: As condições externas são iguais para todos e o máximo que conseguimos fazer com elas é nos manter informados. Não temos controle sobre as condições externas, quando muito uma pequena influência. Então nos resta pilotar as condições internas. E sobre elas temos muito o que fazer, tanto no corpo, como na mente e na alma da empresa.

O que tenho constatado é que as empresas da comunidade metanoica são menos vulneráveis às adversidades do cenário socioeconômico do que o restante. Continuam em processo de evolução apesar da crise. Mais uma vez, é a força de um propósito sobrepondo as adversidades.

SF: Quais serão seus próximos projetos como autor e palestrante?

RT: O processo da Metanoia está sendo reconstruído com nova plataforma de aprendizado, agora mais aberta e inclusiva. Como autor, tenho projeto de novo livro no próximo ano, indo mais fundo nesse desafio pessoal, profissional e empresarial de todos nós: a busca de um propósito. E as palestras decorrem desses temas.

SF: Pode enviar uma mensagem aos leitores que estão lendo esta matéria?

Que você, caro leitor, não esqueça da sua condição humana, ou seja, de ser essa promessa de evolução. Esse é o combinado. Qualquer coisa fora disso está fora do combinado. Então, não complique. A vida foi feita para dar certo. Em frente!

Última modificação em Terça, 27 Outubro 2015
Tagged sob

Sobre o autor

Babi Bernardo

Babi Bernardo, carioca, Designer de Moda pelo SENAC-RJ, Personal Stylist pelo curso da Dany Padilla, cursando Gestão de Varejo pela UNIVAR-UCAM, especialista em Fashion Buying & Merchandising pela London College of Fashion. Trabalha no varejo há sete anos com foco em Compras. É editora-chefe do Satisfashion Brazil.

 

 

Comentário1

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes