Crítica | A Lenda de Tarzan

Como retratar a história de Tarzan sem cair no clichê? Pois, ela todos nós conhecemos: um bebê que foi criado na selva africana por gorilas e que na vida adulta conhece Jane, uma jovem americana, por quem se apaixona. 

Desde que foi lançado em 1912, pelo o escritor Edgar Rice Burroughs, o personagem se tornou um mito com mais de 200 adaptações cinematográficas e 24 livros escritos por Burroughs, além de alguns livros inspirados na obra, porém escritos por outros autores. Tarzan faz parte do imaginário popular e trazê-lo novamente ao cinema foi uma tarefa árdua para o diretor David Yates (Harry Potter e as Relíquias da Morte Partes I e II), a solução foi apresentá-lo sob uma nova perspectiva.

Oito anos depois de deixarem o Congo, Tarzan (Alexander Skarsgård) adaptou-se ao estilo de vida britânico e assumiu a sua identidade original de John Clayton III, Lorde Greystoke, porém os seus feitos e o mistério em torno de sua vida o tornaram uma lenda. O governo britânico recebe o convite do Rei Leopoldo da Bélgica para que Tarzan visite o Congo, que está sob seu domínio, para que ele reporte o densevolvimento do país africano. Inicialmente, ele recusa o convite, mas quando o enviado americano, George Washington Williams (Samuel L. Jackson), o avisa que tem suspeitas de que o povo congolês está sendo escravizado pelos os belgas, ele muda de ideia. A princípio Tarzan não quer levar a Jane na viagem (Margot Robbie) por medo dela se machucar, mas ela consegue convencê-lo da importância de estarem juntos. Tarzan, Jane e George embarcam na viagem, sem imaginar que se trata de uma armadilha, arquitetada por Leon Rom (Christoph Waltz) para capturar Tarzan e entregá-lo a um antigo inimigo, o que possibilitará que a Bélgica tenha acesso irrestritamente aos diamantes do Congo.

O passado de Tarzan, como a morte de seus pais biológicos, ele sendo criado por uma gorila, e o primeiro encontro com Jane, são revelados através de flashback ao longo trama. 

A escolha de Alexander Skarsgård para o papel foi acertada! O ator consegue passar para o público o conflito de personalidade que seu personagem vive e sua necessidade de se desvincilhar de sua imagem de Tarzan. Quando ele volta para a África e precisa se reencontrar como Tarzan, o ator surpreende, tanto fisicamente, quanto na atuação com poucas falas mas com intensidade no olhar. Entretanto, o grande destaque do filme foi Samuel L. Jackson que confere o alívio cômico à trama. O ator faz uma boa dupla em cena com Skarsgård.

Margot Robbie é uma excelente atriz, entretanto não foi bem aproveitada no filme. Os roteiristas Adam Cozad e Craig Brewer tentaram criar uma Jane forte e destemida, mas caíram no clichê de transformá-la na mocinha que precisava ser salva. O mesmo acontece com o personagem de Christoph Waltz, o principal antagonista da trama que tem um desfecho esperado.

Os animais selvagens foram recriados através de computação gráfica e ficaram bem reais! Entretanto, não acredito que assistir em 3D faça alguma diferença para visualizá-los. 

Apesar do exagero de algumas cenas, as falhas de continuidade e um roteiro fraco, a proposta de apresentar o Tarzan de uma outra maneira, tornou o filme interessante para ser assistido. Além da parceria Samuel L. Jackson e Alexander Skarsgård que foi tão mais bem desenvolvida em cena do que o romance dele com Jane.

A Lenda de Tarzan entrou hoje em cartaz nos cinemas brasileiros. Confira abaixo o trailer:

 

[yt_youtube url="https://www.youtube.com/watch?v=dNzTFhkV0og" width="600" height="400" responsive="yes" autoplay="no" ]

Compartilhar

Sobre o autor

Babi Bernardo

Babi Bernardo, carioca, Designer de Moda pelo SENAC-RJ, Personal Stylist pelo curso da Dany Padilla, cursando Gestão de Varejo pela UNIVAR-UCAM, especialista em Fashion Buying & Merchandising pela London College of Fashion. Trabalha no varejo há sete anos com foco em Compras. É editora-chefe do Satisfashion Brazil.

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes