Cinema e TV

Ela é jornalista, apresentadora e agora percorre os caminhos da atuação. Nessa semana, o Satisfashion traz para os leitores uma entrevista exclusiva com Janaína Jacobina. Em um bate papo super descontraído, Jacobina nos contou algumas curiosidades, como: quando o seu silicone virou do avesso, o procedimento que fará para congelar os óvulos, e ainda falou com carinho sobre seu maior herói: o pai.

Confira tudo a seguir:

Satisfashion: Você já percorreu um longo caminho como jornalista e apresentadora, e agora está construindo sua carreira como atriz. Como surgiu os convites para participar da peça ''Amor, Humor, o Resto é Bobagem'', e do filme ''M de Vingança" ? Como descobriu que além das outras profissões, você também possuía talento como atriz?

A produtora da peça me fez o convite para interpretar a socialite Nicoleh ano passado. Na época, eu fazia especialização de TV no Rio e vivia na ponte aérea Rio-São Paulo. Por conta disso, não tinha agenda para encarar tamanho desafio, que exigiria muito de mim. Sou extremamente focada nas coisas que faço, principalmente porque, até aquele momento, não havia feito teatro. Mas, me apaixonei pelo texto e pela personagem, escritos pela atriz e também produtora Monica Carvalho. Esse ano a peça iniciava uma temporada em Campinas e outra em São Paulo. O convite veio novamente e não hesitei em aceitar. Conversei com meus Coachings de interpretação, Nara Marques e Erick Gallani, ambos me incentivaram e meus dias foram intensamente dedicados a Nicoleh. Tive o cuidado de pensar em cada vírgula do texto, trabalhar projeção vocal e também cada pedrinha no figurino passou sob os meus cuidados e dos profissionais e das estilistas Leandro Reis, Letícia Venturine e PatDarc. Quanto a 'M', uma justiceira com poderes de deixar qualquer herói infantil com o queixo caído, fui indicada para um teste de uma coadjuvante. Ao conhecer o diretor Fernando Bezerra, ele disse "encontrei a M! Você é 'M'". Acredito que seja principalmente por ter a feminilidade misturada com a paixão pela adrenalina dos esportes radicais, o meu lado social muito aguçado tornaram-me uma boa "ferramenta" para dar vida a corajosa e também feminina 'M'. Durante a adolescência recebi alguns convites para atuar, mas após começar a trabalhar na TV, esses convites vieram com mais frequência, mas não estava dentro dos meus planos. Não aceitava porque acredito que para qualquer coisa que se faça, você tem de estudar para tal, se aprimorar para no mínimo não passar vergonha. Nesse meio tempo, fui morar em Nova Iorque e fiz NY Film Academy. Lá me disseram que eu tinha talento para atuar e então, comecei a refletir sobre a possibilidade de expandir meu leque profissional, principalmente na TV (onde sempre trabalhei) e resolvi me dedicar aos estudos de interpretação. Ao chegar no Brasil, fiz teste para o Wolf Maya, tinha gente de todo o Brasil (fiquei assustada) e coloquei nas mãos de Deus. Pensei: "Se eu passar, darei prosseguimento a isso. Caso contrário, continuarei focada no jornalismo de entretenimento e esportes". Paralelo ao curso, faço inúmeros workshops, fiz curso de interpretação para cinema com Adriana Pires, sou extremamente focada. Desde muito cedo tenho meus objetivos muito bem traçados, não fico pulando de "galho em galho". Sei muito bem o que quero e o que não quero para minha vida. Todas as minhas escolhas estão co-relacionadas uma com as outras. Preciso de um embasamento, aparecer por aparecer não é minha praia.

Satisfashion: Para dar vida à Nicoleh na peça "Amor, humor,o resto é bobagem" você teve que emagrecer alguns quilos. O fato também ocorreu em 2013 quando você emagreceu novamente para fazer o filme "M de Vingança". Como é a sua relação com o seu corpo? Você é refém das dietas e da academia? 

A Nicoleh é uma socialite que jamais irá colocar um tênis para ir à academia, mais fácil ela fazer dieta do caviar com alface (risos), um corpo muito malhado não condiz com a personagem. Eu, Janaina, adoro esportes, não gosto de ficar mega sarada, gosto de ser saudável, magra e como toda mulher, tenho minhas vaidades, mas sem neuras. Com acompanhamento médico do meu nutrólogo Dr. Danny Cesar e Dr. Claudio Mutti, da clínica Visia (aparelhos a laser), reduzi a malhação, fiz uma dieta para dar uma afinada. No lugar de malhar muito, fiz tratamentos estéticos a laser, para manter a pele firme mas sem "músculos". O mesmo aconteceu com a "M",  que tem uma feminilidade, mas com movimentos rápidos, saltos, práticas de lutas marciais, por isso, o corpo esguio ficaria melhor. Como comecei a trabalhar muito cedo, tenho uma "mente adestrada" (risos), tenho consciência que meu trabalho exige tais transformações. Por mais cursos que eu faça, tenho que lembrar que também trabalho com a minha imagem, que somado ao conteúdo profissional, resultam em algo positivo. Nesse caso, a ordem dos fatores alteram o produto, sim! Mas um filtro solar, vitamina C e D são os meus fiéis escudeiros. Não fico horas passando mil cremes. Adoraria, mas não tenho essa paciência toda. "Não sou rata de academia", mas exercícios sempre fizeram parte da minha vida, como bem estar, entretenimento. As benfeitorias vieram com o tempo.

                                                                           Foto: Nilson Alves Junior

Satisfashion: Você se destacou durante a terceira edição de A Fazenda por ter uma personalidade forte. Por causa disso, Marcon Mion te apelidou de Janaina Jacobecker (fazendo referência ao polêmico participante da primeira edição do reality show, Theo Becker). Apesar das polêmicas, você foi apontada como uma das favoritas a faturar os 2 milhões de reais. Como foi para você participar do programa? Você aceitaria voltar para o confinamento?

O Mion é uma graça, um querido. Foi um apelido carinhoso, uma vez que ele tem uma admiração e amizade com o Theo. Na época, entrei com uma aceitação de 5% e após 84 dias de confinamento, saí com uma aceitação do público de 94,8%. Isso, para mim, é incrível. Tenho personalidade forte. Meus princípios valem em qualquer lugar. Não temo ir em busca da verdade, não gosto de jogo sujo. Se tiver que falar, falo direto, pesquiso, corro atrás, não sigo opinião de Fulano ou Beltrano por conveniência. Não voltaria não. Sou muito grata a toda equipe, cresci muito como profissional, também como pessoa, mas foram dias intermináveis. Aprendi a viver intensamente cada dia, valorizar até água encanada, celular, cama, detalhes do dia a dia, principalmente a liberdade. Não posso responder pelo meu futuro, mas hoje essa possibilidade é inexistente, apesar de toda gratidão e bons frutos que colhi após esse período da minha vida.
 

Satisfashion: Como apresentadora, você já comandou vários programas, como: o Geração Country (TV Gazeta), O Mundo da Fama (Rede TV), Pé no Mundo e Cidades em Harmonia (SKY); além de ter sido repórter do TV Fama (Rede TV), apresentado o Bastidores do Carnaval (Rede TV) e de ter participado do quadro Saindo da Rotina do programa Tudo É Possível (Record). Ou seja, teve a oportunidade de falar sobre diversos assuntos na televisão. Como seria um programa com a cara da Janaína Jacobina? Você sonha em ter um programa só seu, ou quer seguir carreira na atuação?

Minha carreira como comunicadora é o meu ofício maior. São anos de caminhada. O programa/quadro com a minha cara tem movimento, interatividade, ação, versatilidade do salto alto ao tênis... Esse seria um programa com a minha cara. A minha vida é saber me divertir, aprender, com muito e com pouco, é a curiosidade de ir além, buscar novos horizonte... Essa sou eu. Gosto de sentir a vida e não simplesmente olhar para ela. Despertar isso nas pessoas é fantástico.
 

                                                                      Foto: Nilson Alves Junior

Satisfashion: Anteriormente você declarou que gostaria de congelar seus óvulos para ter filhos no futuro, já que estava totalmente dedicada ao lado profissional naquela época. Você chegou a realizar tal procedimento? Ainda sente a vontade de ser mãe?

Essa é uma meta que devo cumprir esse ano. Como não penso hoje em ser mãe, mas adoro crianças e sei que o ser humano pode mudar de ideia, prefiro me precaver e congelar meus óvulos. Dessa forma, fico despreocupada, se no futuro, surgir à vontade de ser mãe, estará tudo organizadinho, sem preocupações, sem stress. Amo emoção, mas tenho os pés enraizados em terra firme. Prefiro uma vida organizada, assim posso caminhar um passo de cada vez.

Satisfashion: Em 2011, você passou por um momento inusitado. Seu silicone virou do avesso durante um salto. Conte por favor, para os leitores do Satisfashion, como isso aconteceu e como você lidou com tal situação.

Eu fazia corrida de montanha e treinava salto (impulso), com isso sempre aqueles top's super seguros para pular de um lado para o outro. Um dia resolvi treinar com um top que não tinha a sustentação que eu estava acostumada e ao chegar em casa, depois de um treino power de 3 horas, fui tomar banho e percebi que tinha algo diferente. Fui correndo no Dr.Ednardo Sampaio que me avisou que minha prótese havia virado. Me programei e na sequência as troquei. Hoje, trocaria por menores, assim me livraria de tanto TOP (risos).

                                                                                     Foto:Jana Gasparo

Satisfashion: Assim que saiu de A Fazenda, você passou por um momento muito emocionante quando reencontrou o seu pai no palco do Programa do Gugu. Cinco anos após o encontro, como está a sua relação com ele?

Meu pai é um guerreiro, um homem muito sábio, com uma cultura incrível e com a sabedoria do campo. Ele olha para as nuvens e pelo vento/brisa sabe lhe dizer se vai chover, de onde vem a chuva, a direção do vento, a diversidade de madeiras, entende muito da fauna e da flora do nosso país. É uma pessoa apaixonada pela natureza e nos ensinou muito sobre isso: valorizar nossas raízes, a importância da palavra, o valor da família, de um chá quente à noite com as pessoas que gostamos, quão fundamental é acreditar e ir ao encontro dos nossos objetivos por mais obstáculos que possa encontrar, mais vale acreditar e buscar o que se quer. Com o passar dos anos aprendemos muito um com o outro e hoje sabemos que nos parecemos muito. A admiração um pelo outro é uma constante, é muito bom poder olhar nos olhos dos seus pais e ter a certeza de ser digna da confiança deles. Isso é um dos maiores presentes que a vida me deu e sei que merecidamente conquistei. Posso olhar nos olhos, cara a cara e sorrir porque sou fruto das minhas escolhas e da minha fé.
 

Satisfashion: Em 2014 você lançou uma bebida isotônica com seu nome no restaurante Paris 6, em São Paulo. O que os seus fãs podem esperar do seu lado empresária? Aliás, o que a multifuncional Janaína ainda não fez profissionalmente que gostaria muito de fazer?

 Hahahaha... Que parada nem relógio fica!!! Sou muito caseira, mas tenho o espírito de empreendedorismo e da comunicação nas veias. Minha cabeça não para. Já estou estudando novos roteiros e provavelmente ainda esse ano farei uma série de gravações de viagens culturais lincadas a esportes. Sempre com os mesmos focos, mas em velocidades diferentes. Assim minha vida segue!!!

 

                                                                                 Foto: Jana Gasparo
 
Acompanhe a vida e a carreira de Janaína Jacobina através dos sites:

*Foto da Capa: Jana Gasparo

O aguardado filme de Guillermo del Toro, A Colina Escarlate, entra hoje em cartaz. Confira esta e outras grandes estreias agora:

O ator Rodrigo Santoro esteve presente no último sábado (10) no Cinema Odeon, no Rio de Janeiro, para promover seu mais novo filme "Os 33".

Quem acompanha as Kardashians já sabe que a mais velha das irmãs, Kourtney, tem passado por maus momentos na vida amorosa. Separada desde o início de julho, depois de mais uma traição do namorado Scott Disick, a socialite tem assistido na mídia uma série de matérias sobre os novos relacionamentos do empresário, além das especulações sobre como ficariam as questões legais dos três filhos do casal. 
Esta semana, Scott foi flagrado numa praia em Miami na companhia da atual namorada, a modelo Lindsay Vrckovnik, de 18 anos - a mesma idade da irmã mais nova de Koutney. Mas se você pensa que o romance fez com que Disick aquietasse, está enganada. Nesta quinta, dia 07, o Lord - como gosta de ser chamado - compartilhou no Instagram uma foto da antiga namorada em um ensaio pra lá de sexy. A legenda, claro, promete: "Isso sim que é uma mãe sensual", escreveu. Será que apesar dos relacionamentos sem compromisso, o marido de Kourtney ainda anda ciscando nas camas Kardashianas? Resta esperar para saber. 

A POSSESSÃO DO MAL

Michael King (Shane Johnson) não acredita em religião, espiritismo ou fatos paranormais. Enfrentando a morte da esposa, ele decide fazer seu próximo filme ligado à busca da existência de forças sobrenaturais. Michael permite que vários praticantes de artes ocultas testem os rituais mais pesados nele na intenção de provar que tudo é um mito. Porém, algo acontece.

Elenco: Shane Johnson, Ella Anderson, Cara Pifko
Direção: David Jung
Gênero: Terror
Duração: 83 min.
Distribuidora: Playarte
Classificação: 16 Anos

 

PERDIDO EM MARTE

   

O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é enviado a uma missão em Marte. Após uma severa tempestade ele é dado como morto, abandonado pelos colegas e acorda sozinho no misterioso planeta com escassos suprimentos, sem saber como reencontrar os companheiros ou retornar à Terra.

Elenco: Matt Damon, Jessica Chastain, Kristen Wiig 
Direção: Ridley Scott
Gênero: Aventura
Duração: 141 min.
Distribuidora: Fox Films
Classificação: 12 Anos

 

VAI QUE COLA, O FILME

 

Após ser vítima de um golpe que roubou todo seu dinheiro, Valdomiro (Paulo Gustavo) se muda para a pensão da Dona Jô (Catarina Abdalla) no Méier, bairro localizado no subúrbio do Rio de Janeiro, onde pretende escapar da polícia. Para sobreviver, ele passa a vender quentinhas pelas redondezas. A situação muda mais uma vez quando um ex-sócio consegue fazer com que Valdomiro recupere sua cobertura no Leblon, mas há um problema: como a pensão foi interditada pela Vigilância Sanitária, Dona Jô e os demais moradores se mudam para a casa de Valdomiro.

Elenco: Paulo Gustavo, Cacau Protásio, Catarina Abdalla 
Direção: César Rodrigues
Gênero: Comédia
Duração: 94 min.
Distribuidora: H2O
Classificação: 12 Anos

Ela já foi uma fofoqueira querida e divertida em Fina Estampa. Atualmente ela faz o país inteiro morrer de ódio no sucesso Os Dez Mandamentos com a vilã Bina. É com muito prazer que o Satisfashion traz hoje uma entrevista com a atriz Katia Moraes. Com exclusividade, a atriz nos contou sobre os bastidores da novela de Aguinaldo Silva, sobre sua personagem na novela da Record, e muito mais. Confira abaixo!

Satisfashion: Sua personagem em Os Dez Mandamentos é uma mulher bem fofoqueira e falsa. Você já passou por alguma situação em que tenha sido alvo de uma grande fofoca? 

Katia Moraes: Quem nunca? Infelizmente, tem um monte de gente infeliz pelo mundo, que ao invés de resolver os seus problemas e procurar ser uma pessoa melhor, ataca aos outros achando que assim tornará sua vida menos infeliz. Mas o fofoqueiro que causa intrigas nunca se dá bem porque a verdade é mais forte e sempre vem à tona, mais cedo ou mais tarde.  

Satisfashion: Como foi o preparo para trazer Bina à vida? Se inspirou em alguém? Alguma vizinha, amiga, parente...?

Katia Moraes: Existem muitas Binas pelo mundo, mulheres que acobertam seus maridos pelo assédio de seus familiares, o que é muito revoltante e triste. E também me inspiro numa parente que era uma mulher amarga, com fala forte e rejeitada pelo marido.

Satisfashion: Você participou de uma cena muito emocionante em O Milagre de Jesus, onde a sua personagem, Maria de Cleófas, presencia a ressurreição de Jesus. Como foi atuar em tal cena?

Katia Moraes: Emocionante, tal qual a cena. Nós três que atuamos nessa cena (eu, Daniela Galli e Flávio Rocha) ficamos tão emocionados que ao final da gravação nos abraçamos e ali ficamos por um bom tempo, chorando ainda. De tão forte que foi. A equipe também estava emocionada, rolou um clima muito grande. Coisas de Deus. Foi lindo! 

Satisfashion: Você já atuou em algumas produções religiosas. Você possui alguma religião? Como é a sua ligação com ela?

Katia Moraes: Na verdade não trabalhei em nenhuma produção religiosa, nenhuma delas falava ou doutrinava para religião alguma. O que fiz foram dois episódios de "Milagres de Jesus" (Um também escrito pela Vivian de Oliveira) e agora a novela "Os Dez Mandamentos". Ambos inspirados na Bíblia, que faz parte da nossa cultura, já que somos uma civilização ocidental. São épicos na verdade, não à toa, Hollywood já produziu também vários filmes do gênero. Não, não tenho religião. Minha religião é uma forte conexão com Deus e o ser humano. 

Satisfashion: Você está no teatro durante 20 anos, mas somente aos 39 anos de idade conseguiu seu primeiro trabalho na televisão, ao atuar na novela Fina Estampa.  Por que esse momento demorou tanto? Ou você acredita que ele chegou na hora certa?

Katia Moraes: Demorei por vários fatores. Fiquei um tempo afastada da minha carreira porque me casei e tive meu filho e quis me dedicar a eles e trabalhava dando aulas de teatro. E também porque entrar para televisão não é fácil. Além de ser competente, você precisa ter sorte. Está no destino de alguns e, graças a Deus, estava e está no meu. Creio que foi na hora certa. Tudo acontece sempre na hora certa. Talvez, se fosse antes, eu não desse tanto valor ou me deslumbrasse. 

Satisfashion:Soubemos que a sua entrada em Fina Estampa foi inusitada e curiosa. Poderia nos contar como tudo aconteceu?

Katia Moraes: Sim. Eu fiz concurso para um curso de roteiro com o Aguinaldo Silva, a Master Class (ele, inclusive, agora tá realizando um para master class 3). Não passei mas gostei muito do blog dele (que hoje é um site), onde ele escreve crônicas e eu sempre comentava. Um belo dia, fui assistir uma palestra dele e, de alguma forma, chamei a atenção dele, como ele mesmo disse na época (mesmo eu não tendo feito nada para isso, nem tinha essa pretensão). Assim ele me chamou para um teste. Como ele me disse uma vez: estava escrito. Sou eternamente grata a ele. 

Satisfashion: Marilda foi uma grande personagem em sua carreira, além de você ter participado de um núcleo bem cômico ao lado de Marcelo Serrado, Alexandre Nero e Christiane Torloni. Os bastidores da novela eram engraçados também? Tem alguma curiosidade que poderia dividir com os leitores do Satisfashion?

Katia Moraes: Sim, claro, é difícil fazer comédia sem se divertir.Todos da equipe se divertiam muito. Nossas cenas lotavam o estúdio. O pessoal da limpeza e todo mundo corria para nos assistir. No final, os câmeras sempre soltavam o riso preso na gravação. Era quase um teatro. 

Satisfashion: Você disse em uma entrevista em 2012 que estava com medo do final de Fina Estampa, porque não sabia o que aconteceria com a sua vida depois. Hoje você acumula vários trabalhos na TV. O que mudou durantes esses anos? Esse medo continua te perseguindo?

Katia Moares: Eu tinha medo porque apesar de muito sonhadora, sou pé no chão. A carreira do ator é uma roda gigante, uma hora você está no auge, outra hora não. Uma hora você está fazendo novela e é assunto, e em outra hora não. Sempre tive consciência disso por observar os outros atores. Hoje, já não tenho medo, afinal consegui a estabilidade de ter um contrato longo com uma emissora. E, também, desde Fina Estampa não parei mais de trabalhar, graças a Deus. 

Satisfashion: Em 2014 você participou da campanha "Eu Digo Não Ao Bullying", da Cia Atores de Mar. Você já sofreu desse mal? O que você acha que devemos fazer para que isso diminua?

Katia Moraes: Olha, na minha época nem existia esse termo. E a coisa era pesada mesmo. Eu sofria bullying de dois tipos: um por ser baixinha e outro por ser filha adotiva. O por ser baixinha eu nem ligava, qual o problema em ser "tampinha de garrafa"? (risos). Eu mesma me zoava. Ser baixinha tem muitas vantagens. Mas o por ter sido adotada, me doía. Era pesado. É muito difícil para uma criança se sentir diferente das outras. E sabe como é criança, né? Elas me diziam isso mesmo. 

Acho que o que já fazemos, falar no assunto e conscientizar as pessoas. Vejo que as coisas mudaram muito. Isso não ocorre com a turma do meu filho, por exemplo. Nunca o vi, nem aos amiguinhos dele, se referirem de forma pejorativa a outros. Eles, inclusive, falam muito: "Isso é bullying!".

 

*Fotos: Rolf Muller

A dupla responsável pelo premiado filme "Gênio Indomável" foi convidada pela HBO para produzir um filme exclusivo para o canal.

O juiz da Suprema Corte de Los Angeles, Gerald Rosenberg, aprovou hoje o pedido de Caitlyn Jenner para assumir legalmente a sua nova identidade.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes