Satisfashion Entrevista: LIAH

Satisfashion Brazil teve o prazer de entrevistar a cantora e compositora Liah, responsável por vários hits como "Desperdiçou" interpretada pela dupla Sandy e Junior e "Beijos de Hortelã" pela Ivete Sangalo. Confira como foi este bate-papo:

SF: Por favor, pode nos contar sobre o início da sua carreira ainda em Tucuruí, no Pará? E qual foi a influência da região no seu estilo musical?

LIAH: Nasci em Tucuruí, mas fui criada em São Domingos do Araguaia. Não lembro, mas a minha mãe diz que quando eu tinha dois anos, disse para ela que quando completasse três, eu ia começar a cantar na igreja e foi o que aconteceu. Ensaiei e essa foi a minha estreia. Eu não tenho nenhuma lembrança da infância de não saber música, já nasci cantando mesmo, participava dos corais... Realmente, foi um dom musical que já nasci com ele e, além disso, tem a paixão. Sempre fui completamente apaixonada por música. O início foi assim, na igreka, escola, eu li muito literatura de cordel para o meu pai e também comecei a escrever cedo. Com oito anos, participava de showmícios e fui progredindo. Com doze, eu participei do meu primeiro festival de música com uma canção sobre as lendas da Amazônia. Foi um início bem natural.

SF: Seu primeiro grande destaque como compositora foi com a música "Fotos no Espelho", interpretada pela Angélica, em 2000. Você se lembra deste dia? Pode nos contar como tudo aconteceu?

LIAH: Lembro muito bem desse dia. Na verdade, foi ali que nasceu a compositora Liah para outros artistas. De fato, nunca imaginei isso e aconteceu. Eu já estava em São Paulo, tinha entre 18 e 19 anos, era muito difícil e minha família era contra. Eu era do interior do Pará, morando em São Paulo, tocava em barzinhos e foi nessa época que conheci um compositor que era da Warner. Ele disse que eu tinha músicas bacanas e falou para levar na gravadora. E quando eu soube que a Angélica ia gravar "Fotos no Espelho", lembro como se fosse hoje, me arrumei toda, fui à editora autorizar, achando que eu ia conhecê-la. Chegando lá, assinei um papel e perguntei logo por ela e disseram que não estava lá. Não esqueço de que foi o primeiro pagamento que eu recebi assim, com um valor alto. Graças a essa música, segui esse caminho. Recebi um cheque de adiantamento e pude pagar um ano de aluguel em São Paulo e vi ali uma grande oportunidade. Como eu tinha facilidade pra compor, pensei: vou começar a escrever música e mandar para outros artistas. Foi assim que começou.

SF Depois dessa canção, diversos artistas gravaram suas músicas, como a dupla Sandy e Junior que gravou "Desperdiçou" e se tornou um hit dos anos 2000. Como foi o trabalho de criação desta canção?

LIAH: Eu lembro que gravei e mandei quatro músicas para Sandy e Junior para o álbum "Identidade", e acabou que todas entraram, inclusive "Despedirçou". Casa composição tem um processo. Nessa, eu queria fazer uma melodia mais dançante, ela tem uma pegada um pouco caribenha, apesar de ser pop, a melodia nasceu primeiro através de uma batida que criei no violão. A partir disso, como a música é uma parceria com a Dani Mônaco, liguei para ela, a gente pensou no assunto e escrevemos a letra.

SF: Uma das suas primeiras parcerias como cantora foi na música “Sere Nere” para o seu álbum “Perdas e Ganhos” de 2005, e inclusive, foi uma das canções mais tocadas no ano. Por favor, pode nos contar um pouco mais dessa parceria?

LIAH: A parceria com o Tizziano Ferro surgiu porque éramos da mesma gravadora, a EMI, e ele estava procurando uma cantora brasileira para fazer um duo nessa música. A gravadora mandou o casting, com várias artistas, ele gostou do meu timbre e, para a minha sorte, me escolheu. Fiquei super feliz com o convite. Gravei a voz aqui no Brasil, Tizziano, na Itália e a gente se conheceu depois disso. Foi muito bacana e uma música que realmente repercutiu muito.

SF: Em 2012, você participou da primeira edição do The Voice Brasil. No que esta experiência acrescentou como profissional para você?

LIAH: Foi maravilhosa e de muito aprendizado, além de um público imenso que a partir dali começou a acompanhar o meu trabalho. Só tenho que agradecer pela oportunidade que tive de participar do programa.

SF: “Beijos de Hortelã” foi uma música composta por você e cantada com a Ivete Sangalo. Como surgiu esta parceria?

LIAH: Essa foi a minha segunda canção que a Ivete gravou. Eu esbarrei com ela no projeto “Um Barzinho, um violão”, que nós duas estávamos participando. Disse que estava escolhendo repertório para o seu DVD e pediu para mandar uma música “bala”. Eu compus pensando nela realmente, mesmo sabendo que podia gostar ou não e, para a minha sorte, ela adorou a música e gravou.

SF: Com tantas músicas de sucesso, qual foi a música que deu mais trabalho para compor? E a que você mais gosta de ouvir?

LIAH: Difícil essa pergunta, mas lembro de uma música, “Gaia” que eu gravei no meu disco “Quatro cantos”. Escrevi a letra umas três vezes e não gostei. Eu queria especificamente falar sobre a conexão do homem com a terra e queria escrever de uma maneira não tão clichê, e talvez por isso, não gostava. Até que um dia saiu e ficou. Essa foi a que deu um certo trabalho.

SF: Pode nos contar um pouco sobre o projeto musical “Outra Versão” no seu canal no youtube? E tem mais novidades vindo por aí?

LIAH: É uma maneira de eu sair do meu universo musical e buscar canções que adoro de outros artistas, e, ao mesmo tempo dar a minha cara. Eu acho que a gente cada vez mais tem essa oportunidade de estar perto dos fãs e eu percebia que nos meus shows e também durante as apresentações no “The Voice”, muitos comentaram sobre as minhas versões e que eram versões super diferenciadas. Por isso, tive a ideia de continuar com esse projeto no meu canal do youtube e eu me amarro (Risos). É um projeto que dá muita liberdade e agora, estamos com músicas relacionadas ao tema casamento. Tenho novidades, com certeza. Estou produzindo um EP, que ainda não sei se vai se transformar em um CD e, em meados de abril, vou lançar mais uma música. Posso adiantar que estou em um momento bem mais pop e experimentando mais timbres eletrônicos. Sou uma pessoa que vem muito do acústico, mas também gosto dessa coisa mais moderna.

SF: Para fecharmos, por favor, pode mandar um recado para os leitores do Satisfashion Brazil?

LIAH: Quero agradecer ao Satisfashion Brazil pelo convite e mandar um grande beijo para todos os leitores e muito obrigada pelo carinho. Fiquem ligados nas minhas redes sociais que vem novidade por aí!

Compartilhar

Sobre o autor

Babi Bernardo

Babi Bernardo, carioca, Designer de Moda pelo SENAC-RJ, Personal Stylist pelo curso da Dany Padilla, cursando Gestão de Varejo pela UNIVAR-UCAM, especialista em Fashion Buying & Merchandising pela London College of Fashion. Trabalha no varejo há sete anos com foco em Compras. É editora-chefe do Satisfashion Brazil.

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

O Satisfashion Brazil conquistou em pouco tempo credibilidade e a confiança de seus leitores e parceiros, tornando-se referência em Moda e Cultura.

 

Últimos posts

Newsletter

Participe de nossas campanhas e informativos sobre tendência de moda e brindes